domingo, 28 de março de 2010

DEPOIMENTOS DAS PROFESSORAS CURSISTAS

video

PROFESSORAS CURSISTAS

CURSISTAS NAIR E LISETECURSISTAS MÁRCIA THALHEIMER E LUCIANE


CURSISTAS MARCIA HANAUER E ISOLDI


CURSISTAS ROSANE, SONÍ E SIMONE

domingo, 14 de março de 2010

AVALIAÇÕES DO GESTAR II

CURSISTA PROFESSORA LUCIANE
Ao concluir as atividades propostas pelo Programa do Gestar II de Língua Portuguesa posso afirmar com toda a certeza que VALEU A PENA!!!!
O programa veio para contribuir com a nossa formação continuada e para melhorar a nossa prática pedagógica, desafiando-nos a aliar o conhecimento teórico com o uso da língua em situações reais de interação discursiva, desenvolvendo assim a competência linguística e comunicativa de nossos alunos. Nesse sentido, posso dizer que o programa conseguiu cumprir com seu objetivo.
Além de nos dar a fundamentação teórica, trouxe sugestões de atividades que possibilitaram repensar as nossas práticas de ensino e tornar as nossas aulas muito mais dinâmicas e motivadoras.
Os encontros foram maravilhosos, a professora formadora Daiana demonstrou estar muito bem preparada, procurando trazer sempre materiais atualizados e dinâmicos sobre os conteúdos de língua portuguesa, bem como estimulando-nos com vídeos motivacionais e orientações muito precisas.
A recepção dos alunos quanto às práticas foi muito positiva. Os mesmos participaram ativamente das atividades, produzindo textos cada vez melhores e também consegui melhorar e muito o gosto pela leitura da maioria da turma. Além disso, as atividades propostas pelo Gestar não se restringiram à turma escolhida para aplicá-lo. Em todas as turmas com as quais trabalho a disciplina de Língua Portuguesa tanto no Ensino Fundamental quanto no Ensino Médio consegui adequar algumas sugestões de atividades, o que foi muito válido. Além disso, trouxe as discussões teóricas propostas pelo Gestar também para um curso de pós-graduação em Educação, no qual ministrei a disciplina de Produção Textual.
O material disponibilizado pelo Gestar II trouxe-nos discussões lingüísticas atuais, incentivando a leitura e a produção escrita tanto do aluno quanto do professor. Uma das maiores dificuldades enfrentadas foi a falta de tempo para dar conta dos TPs, fazer os relatórios, bem como aplicar todas as atividades que gostaríamos em sala de aula. Apesar disso, avalio positivamente o programa desenvolvido e espero que o MEC continue desenvolvendo programas que venham ao encontro das necessidades dos alunos e professores, a fim de que mais cedo do que se pensa, consigamos atingir um nível de destaque mundial em termos de leitura e escrita.

CURSISTA PROFESSORA LISETE
Estamos encerrando o GESTAR, para alguns é o ponto final de mais uma etapa. Para nós, professoras da rede municipal de ensino do município de Humaitá trata-se apenas de uma pausa, ou seja, um tempinho para organizarmos o que ainda falta – últimos relatórios, avaliação do programa, porta fólio, fotos e atividades dos alunos – para apresentarmos o nosso trabalho final e... merecidas férias.
Porém, quando o ano letivo reiniciar retornamos também ao estudo e a prática dos TPs e dos AAAs. Opção nossa, pois pensamos que ainda não esgotamos o material que é tão rico em teoria e ainda mais rico em sugestões de atividades para se trabalhar com as turmas.
Conseguimos neste ano de 2009 realizar um estudo de todos os TPs nos enviados, TP1, TP2, TP3, TP4, TP5 e TP6 e com certeza colher bons frutos em sala de aula. Entretanto, sentimos a necessidade e ou, a vontade, de dar continuidade aos trabalhos porque é muito produtivo. As sugestões de atividades diversificadas e criativas que se apresentam no material são muito bem aceitas pelos alunos e nos abrem caminhos para ir além. Ficar na mesmice, na comodidade, já não é há muito tempo o que o nosso educando espera da escola. Extrapolar tudo o que é modelo é dever do professor. É preciso criar um ambiente desconhecido, uma aula de Português que seja imprevista pelos alunos para despertar neles a curiosidade em saber “o que é que vai ser feito hoje?”
Além disso, enfocar diariamente a leitura. A cada atividade proposta, a leitura e sua interpretação devem estar presentes, mesmo que muitas vezes o professor apresente a seus alunos de forma imperceptível, eles precisam criar o hábito de ler livros para, a partir daí, “ler o mundo” com mais facilidade.
O GESTAR II é uma forma de abordagem desses conhecimentos de forma teórica e prática e pretende com isso conscientizar o regente de turma a melhorar sua aula sem melindrá-lo. Só não muda quem não quer.
A professora Daiana nos apresentou este programa de forma tranquila e sabedora. Soube ser flexível às necessidades das cursistas e foi, principalmente, responsável pelo acréscimo de conhecimento que obtivemos nestes meses de prática do GESTAR II. Trouxe-nos, além do proposto pelos TPs, dinâmicas em grupo, em duplas, músicas, data show, filmes e mensagens. Espero que em 2010 possamos possamos novamente, e juntamente com ela dar continuidade àquilo que iniciamos neste que está se findando e que o trabalho exposto nos blogs não seja apenas uma forma de avaliação de como aconteceu o projeto no município de Humaitá, e sim, um modelo a ser visto, analisado e seguido por aqueles que ainda não o conhecem e estão à procura de algo inovador.

CURSISTA PROFESSORA SONÍ
Parece que foi ontem que nos reunimos pela primeira vez na cidade de Humaitá, para termos nosso primeiro encontro e sermos apresentadas ao Gestar. Inicialmente, tudo parecia muito confuso: muitos livros, muitas informações, tarefas de casa que não estávamos certas de poder cumprir. Mas o desafio estava lançado e, afinal de contas, não seria professora se desistisse diante das dificuldades.
Entretanto, tão logo entrei em contato com o material, principiando o processo de leituras, aplicação das atividades e reflexão sobre as mesmas, nas oficinas, percebi que não se tratava de um curso qualquer, mas de algo que faria a diferença, não apenas em minha prática docente, mas na vida de meus alunos. O suporte teórico é excelente, as atividades são criativas e prazerosas e o formato do curso é muito bom. O contato com a professora formadora e com os demais cursistas foi fundamental, a troca de experiências que realizamos durante este ano, muitas vezes não é feita nem nas escolas onde trabalhamos, onde, não raras vezes, as reuniões pedagógicas tornam-se ocasião para avisos gerais e combinados de ordem burocrática.
Sempre me considerei uma boa professora, pois sempre me esforcei para isso, procurando novidades e nunca desistindo de meus alunos. Porém, depois do Gestar, percebi o quanto minha prática precisa ser aperfeiçoada.
Desde que iniciei o meu trabalho em sala de aula, procurei enfatizar nas aulas de Língua Portuguesa, as práticas de leitura e escrita. Contudo, os resultados foram sempre muito sutis, sendo percebidos, em geral, a longo prazo. Neste ano, contudo, pude colher frutos do trabalho que realizei e reafirmei o prazer de trabalhar com Educação. Posso dizer, com alegria, que ajudei a formar leitores de fato e que a escrita de meus alunos melhorou significativamente, bem como sua capacidade de interpretação. Isso porque tive coragem de me afastar dos conteúdos mínimos, desviando o foco do trabalho para as competências que pretendia desenvolver e em atividades lúdicas e prazerosas que contribuiriam para tal realização.
Há alunos que não gostavam de ler, como há, todos os anos e em todas as turmas. O que mudou é que, de modo geral, essa não é a prioridade...a preocupação em dar conta de planos de estudo e avaliações tradicionais, não permitem que o professor sente ao lado desse aluno e descubra do que ele gosta e reflita sobre que livro poderia prender sua atenção. Eu tinha na minha turma um aluno que estava repetindo a 5ª série e, o que se comentava na sala dos professores, é que o menino passava o tempo todo jogando games, com o aval da mãe, que o mantinha ocupado. De fato, encontrei este menino várias vezes na locadora, alugando games. Então, numa de nossas visitas à biblioteca, perguntei a ele se ele já havia lido Xisto no espaço, que era de ficção científica e que certamente ele, que adora games, iria gostar. O menino ficou feliz de eu saber de seu gosto por games, estabeleci ali um elo de amizade entre nós, de troca e ele levou o livro, talvez para não me decepcionar. Na semana seguinte, no dia da troca dos livros, ele veio me dizer que havia lido e gostado muito da história. Vergonhosamente, eu duvidei, mas , felizmente, não demonstrei. Perguntei o que ele achou do perosnagem principal e ele acabou me contando toda a história, com detalhes. Para me deixar um pouco mais surpresa, ele perguntou se tinha outro do mesmo tipo. Fiquei meio perdida, pois não me lembrava de outro, do mesmo tipo. Então ele me salvou dizendo que queria ler algo sobre Santos Dumont, que ele viu na estante uma vez. Procuramos e encontramos a biografia e, desde então, ele tem frequentado a biblioteca da escola, melhorou em todas as disciplinas e passou de ano, sem exame na maioria delas.
O que quero ressaltar é que o Gestar foi além de uma série de atividades bem elaboradas e da possibilidade de reflexão sobre sua aplicação, pois permitiu uma reavaliação de meus objetivos em sala de aula. Descobri que, nos anos anteirores, não alcançava avanços significativos na leitura e na escrita, porque não as priorizava de fato. Sabia de sua importância, mas passava a maior parte do tempo, cumprindo programas sem sentido. Os alunos acabam saindo do Ensino Fundamental, sem as habilidades de escrita e leitura desejadas e sem saber usar a gramática, de modo proficiente, em seus textos. A gramática é fundamental, desde que sirva de instrumento para o estudante manifestar-se melhor, seja pela escrita ou pela fala, no registro formal ou informal.
Descobri, com o Gestar, que formar leitores e escritores é possível, desde que essa seja a prioridade da escola. Não foi possível realizar tudo que se planejou, nem resolver todos os problemas de escrita dos alunos, mas tanto na turma sobre a qual fiz os relatos, como nas demais, onde apliquei as atividades, foi possível observar avanços nos alunos, mesmo que seja no interesse dos mesmos pelas tarefas.
Sinto-me privilegiada por fazer parte deste grupo, por ter tido a oportunidade de participar dessa formação e de poder ajudar a difundir, nas escolas, a ideia de uma educação prazerosa e de qualidade. Creio que as demais áreas também devem ser contempladas com Programas como este e, na verdade, adoraria que o Gestar Língua Portuguesa pudesse ter novas etapas, futuramente.
Contribuições do Gestar
O Gestar é um Programa de formação Continuada, cuja contribuição extrapola, em muitos aspectos, os limites da sala de aula. O curso possui o diferencial de acrescentar, ao professor cursista, conhecimento teórico, relacionando-o, entretanto, com sua prática pedagógica. Tive, durante o curso, a oportunidade de fazer alguns concursos públicos e, ao ser chamada para a etapa prática, em que precisava ministrar uma aula, tive a sorte de ter como ponto sorteado, o tema Gêneros Textuais. Utilizei o material do curso, tanto para a confecção do Plano estudo, quanto para a aula propriamente dita e o resultado foi muito positivo. Isso prova, não apenas a qualidade do curso, mas a importância de estarmos sempre nos movimentanto em busca de formação e conhecimento, pois ele se renova, a cada dia, parafraseando José Paulo Paes, como a água do rio, que é água sempre nova.


CURSISTA PROFESSORA MARCIA HANAUER
O Gestar II veio contribuir para a minha prática pedagógica, além de dar a fundamenação teórica, trouxe sugestões de atividades e oportunizou a socialização de experiências que foram significativas.
Os encaminhamentos das atividades, as explicações teóricas enriqueceram as oficinas que foram bastantes diversificadas, com a utilização de várias técnicas e materiais.
Quando apliquei os “avançando na prática” em sala de aula, pude observar que os alunos tinham uma expectativa positiva, pois já sabiam que as atividades seriam interessantes e diferentes, prontamente recebiam as instruções e participaram da produção individual ou coletiva.
O que senti foi a falta de tempo para a leitura, preparação das atividades e produção em sala de aula, sempre ficava alguma coisa para trás, pois todos queriam ler as suas produções. Em virtude do tempo acabei também deixando um pouco de lado os conteúdos que são importantes e que devem andar justos.
Enfim, o Gestar II veio a somar, diversificando as atividades, a maneira de ensinar e transmitir os conteúdos, é um material que nos dá base e exemplos que enriqueceram muito nossas aulas.

CURSISTA PROFESSORA SIMONE
Estou muito feliz em ter participado do Gestar II. A princípio tive dúvidas em participar, mas como surgiu essa oportunidade para os professores de Portugês e Matemática, resolvi encarar esse desafio e não me arrependo nem um pouco.
Esse programa do Gestar II veio contribuir para melhorar as aulas escolares, para aperfeiçoar os conhecimentos, enfim para contribuir no ensino aprendizagem.
No início tive muitas dúvidas, medo e curiosidades. Surgiram vários conflitos, questionamentos, mas tudo foi se resolvendo no decorrer do tempo.
Os encontros com as cursistas foram excelentes, pois nos oportunizou fazermos uma reflexão sobre a nossa prática pedagógica e acrescentar novas sugestões, ideias e atividades diversificadas.
O maior problema que enfrentei foi o pouco tempo disponível para o curso do Gestar e para realizar as atividades propostas com os alunos, e isso dificultou a leitura e o aprofundamento dos temas apresentados, causando angústia em nós em certos momentos.
A nossa professora coordenadora Daiana foi e é uma professora excelente, maravilhosa e inteligentíssima, pois soube muito bem desenvolver as oficinas presenciais do Gestar II, ela deu conta do recado em todas as situações. Realmente é uma excelente professora e coordenadora.
Agradeço a Deus por esta oportunidade maravilhosa que eu tive no ano de 2009. Obrigado por tudo e a todos.


CURSISTA PROFESSORA ISOLDI
O Gestar II veio contribuir para a nossa prática pedagógica, além de nos dar a fundamentação teórica, trouxe sugestões de atividades e oportunizou a socialização de experiências que foram significantes.
Os encaminhamentos das atividades, as explicações teóricas enriqueceram as oficinas que foram bastante diversificadas, com a utilização de várias técnicas e materiais.
Quando aplicamos os “avançando na prática” em sala de aula os alunos já tinham uma expectativa positiva, pois já sabiam que as atividades eram interessantes, e assim, prontamente recebiam as instruções e participavam da produção individual ou coletiva.
O que sentimos foi a falta de tempo para a leitura e preparação das atividades bem como a produção em sala de aula, sempre ficava alguma coisa para trás, pois todos queriam ler as suas produções, e por vezes nos atrasávamos com os conteúdos.
Enfim, o Gestar II veio para somar, diversificando as atividades, a maneirta de ensinar e transmitir os conteúdos e o material que nos deu base e exemplos que enriqueceram nossas aulas.

CURSISTA PROFESSORA ROSANE
A expectativa de cada curso sempre é muito grande, porque um professor principalmente de Língua Portuguesa espera novidades que possa usar em sala de aula para ter novas formas de ensinar, incentivar seus alunos para ver se consegue que eles tenham mais interesse pela leitura e também pela matéria que exige muita concentração na leitura dos textos e na resolução dos mesmos.
Com o curso Gestar II essa expectativa foi alcançada, pois esse curso, com seu vasto e excelente material nos trouxe diversos textos ótimos e inúmeras atividades deferentes a serem trabalhadas de 5ª a 8ª série.
Esses materiais procuram discutir e rediscutir os pontos mais importantes do ensino-aprendizagem da Língua Portuguesa, aqueles que constituem a base para o desenvolvimento da competência comunicativa do aluno. Tratam da variação linguística, texto, intertextualidade, gramática, arte e literatura, gêneros textuais. Também nos mostra como esses conteúdos podem e devem ser trabalhados com os nossos alunos.
Assim, o TP1 nos mostrou textos e variantes da língua como decorrentes da relação entre linguagem e cultura; O TP2 aborda as análises linguísticas e literárias; O TP3 discute as questões ligadas a nova conceituação de gêneros dos textos e de tipos de discurso; O TP4 trata dos processos de leitura e escrita, iniciando com um texto sobre leitura, escrita e cultura. Discussão sobre processos de leitura relacionados as crenças e aos fazeres na produção textual; No TP5 são desenvolvidas unidades cujos temas são: estilística, coesão, coerência e as relações lógicas nos textos e por fim no TP6 trabalhamos com gêneros com o estudo de argumentação e ainda foi retomado o estudo da produção textual tratando das fases de planejamento, escrita, revisão e edição.
A gestora Daiana coordenou muito bem o curso, trouxe material como filmes, textos, slides e muito outro material para trabalhar conosco e com os alunos.
Para mim esse curso do Gestar II, foi um dos cursos mais completos que já participei desde que atuo como professora. Indiscutivelmente esse material me acompanhará por muito tempo na minha caminhada como professora e tenho certeza que os alunos continuarão gostando das atividades sugeridas.
Um ponto negativo desse curso foi somente a falta de tempo para aplicar as atividades sugeridas, que foram de certa forma atropeladas para vencermos o cronograma do curso.


CURSISTA PROFESSORA MARCIA THALHEIMER
Sou professora graduada em Letras Português, com Especialização em Códigos, Linguagens e suas Tecnologias, cursos nos quais já obtive a maioria da fundamentação teórica apresentada no Gestar II. Porém, sempre aprendemos, mesmo revendo.
O que mais gostei no Gestar foram as atividades diversificadas e de fácil aplicação em sala de aula. Muitas vezes o professor retém o conhecimento por não encontrar a melhor maneira de repassá-lo ao aluno. E, refletindo sobre o que diz Drummond “ Eu queria uma escola que cultivasse a curiosidade de aprender” no texto Para Sara, Raquel, Lia e para todas as crianças. Penso que é isso mesmo que precisamos e o Gestar apresenta ideias que fazem com que isso aconteça.
No desenrolar dos trabalhos percebi que os alunos aprenderam a conviver, cooperar, respeitar, a saber ouvir e viver em união.
Muitas vezes, nas práticas, fiquei surpresa com a facilidade que encontramos na realização das tarefas, com a aprendizagem e principalmente com a rapidez que o tempo passava. Quando menos esperávamos a aula já tinha terminado e sentíamos que a vontade era continuar.
Com o Gestar os alunos tornaram-se mais criativos e críticos. Aprenderam a reconhecer que o erro, além de aceitável, é a melhor forma de aprender.
Tanto o aluno, como o professor se sente bem durante a realização das atividades. Todos têm um maior envolvimento na construção da aprendizagem. E, como professora, muitas vezes fiquei surpresa com as respostas de certos alunos frente às situações que aconteceram.
Sinto-me feliz pela oportunidade que eu tive em participar do Gestar. Mesmo encontrando certas dificuldades, principalmente em relação ao horário para leitura e aplicação das práticas, penso que nós professores somos uma linha norteadora para o aluno, em muitos casos, mais do que a própria família com a qual ele convive. E, por isso, temos o compromisso maior de fazer com que o educando que está em nossas mãos, além de aprender a conhecer, aprenda a aceitar, preservar e principalmente amar a si próprio e aos outros.

CURSISTA PROFESSORA NAIR.
A princípio pensei que o Gestar fosse mais um encontro de discussão, mas com o passar do tempo percebi que era um programa muito bem organizado, interessante e de grande valia para nossa vida profissional tanto para os professores quanto para os alunos.
Ele não trouxe somente teoria, mas sim inúmeras sugestões de atividades diversificadas que oportunizam mais motivação e participação do aluno, tornando-o criativo e crítico, referente a assuntos enfocados e comparados com a sociedade em que estão inseridos.
Os encontros com as cursistas foram ótimas, pois oportunizou-nos a fazermos uma reflexão sobre a nossa prática pedagógica e acrescentar novas sugestões de atividades diversificadas realizadas por cada colega, as quais fizeram com que as nossas aulas se tornassem mais prazerosas.
O maior problema enfrentado foi em questão ao pouco tempo para realizar as atividades propostas, o que dificultou a leitura e o aprofundamento nos temas apresentados e na aplicação das práticas com os alunos.


DÉCIMA SEXTA OFICINA.


Este encontro aconteceu logo após o lanche da décima quinta oficina, quando nos dirigimos ao Auditório Municipal para uma sessão de cinema. Na oportunidade voltamos a reunir todos os cursistas da área de Português e Matemática para assistirmos o filme “Entre os muros da Escola”. Depois do filme aproveitamos o momento para fazermos uma reflexão sobre a educação em nossos municípios (Humaitá, Sede Nova e Campo Novo) bem como no que o curso do Gestar II contribuiu para que mudanças acontecessem. Segue a reflexão que a cursista Luciane fez do filme em seu relatório:”













“ENTRE OS MUROS DA ESCOLA
A cada novo ano que se inicia
A história se repete
A escola se prepara
Os alunos estão de volta
Os professores se preparam
Há uma grande missão a cumprir
E que missão...
Como fazer a diferença na vida de alguém?
O que ensinar?
Por que ensinar?
Como agir?
Quando falar?
Quando calar?
Como se controlar?
Como controlar a classe?
Como fazer diferente o que parece igual?
Como tratar de forma igual os diferentes?
O que fazer para ser aceito?
O que não fazer para não ser repudiado?
O que me move?
O que move o meu aluno?
O que os interessa realmente?
Quais são as marcas que deixarei e que levarei deste ano?
Esses questionamentos que se levantam no início de cada ano, são retomados no seu término. Algumas questões ainda não se têm respostas e são justamente essas que nos fazem caminhar e são elas que nos mostram que não podemos ficar parados, que não sabemos tudo, que temos muito a aprender, que temos muito a ensinar, que temos muito a viver entre “os muros da escola”.




Para concluir as atividades no Auditório eu professora Daiana (formadora de Português) e a professora Adriane (formadora de Matemática) agradecemos as cursistas pela participação, pelo trabalho em equipe, pela disponibilidade, pela força de vontade, pela busca e por acreditar no Programa Gestão da Aprendizagem Escolar (Gestar II) e principalmente por buscar, querer, sonhar e acreditar que a educação de qualidade é possível. Acompanhamos a mensagem no power point “FELIZ OLHAR NOVO”.
O grande barato da vida é olhar para trás e sentir orgulho da sua história.
O grande lance é viver cada momento como se a receita da felicidade fosse o AQUI e o AGORA.
Claro que a vida prega peças.
É lógico que, por vezes, o pneu fura, chove demais...
Mas, pensa só: tem graça viver sem rir de gargalhar pelo menos uma vez ao dia?
Tem sentido ficar chateado durante o dia todo por causa de uma discussão na ida pro trabalho?
Quero viver bem.
O ano que passou foi um ano cheio. Foi cheio de coisas boas e realizações, mas também cheio de problemas e desilusões.
Normal!
Às vezes se espera demais das pessoas.
Normal.
A grana que não veio, o amigo que decepcionou, o amor que machucou.
Normal.
Este ano não vai ser diferente.
Muda o século, o milênio muda, mas o homem é cheio de imperfeições, a natureza tem a sua personalidade que nem sempre a gente deseja, mas e daí?
Fazer o que?
Acabar com seu dia?
Com seu bom humor?
Com sua esperança?
O que eu desejo para todos nós é sabedoria!
E que todos saibamos transformar tudo em uma boa experiência!
Ele passou na sua vida. Não pode ser responsável por um dia ruim...
Que todos consigamos perdoar o desconhecido, o mal educado.
Entender o amigo que não merece nossa melhor parte.
Se ele decepcionou, passe-o para a categoria três, a dos amigos...
Ou mude de classe, transforme-o em colega.
Além do mais, a gente, provavelmente, também já decepcionou alguém.
O nosso desejo não se realizou?
Beleza, não tava na hora, não deveria ser a melhor coisa para esse momento. Cuidado com seus desejos, eles podem se tornar realidade!
Chorar de dor, de solidão, de tristeza faz parte do ser humano.
Não adianta lutar contra isso.
Mas se a gente se entende e permite olhar o outro e o mundo com generosidade, as coisas ficam diferentes.
Desejo para todo mundo esse olhar especial.
Este ano pode ser um ano especial, muito legal, se entendermos nossas fragilidades e egoísmos e dermos a volta nisso.
Somos fracos, mas podemos melhorar.
Somos egoístas, mas podemos entender o outro.
Este ano pode ser o máximo, maravilhoso, lindo, espetacular...
Pode ser puro orgulho!
Depende de mim, de você!
Pode ser.
E que seja!
FELIZ OLHAR NOVO!Texto: Autor desconhecido

Em seguida para finalizarmos o curso e o encontro, convidamos todos para um jantar de confraternização no Quiosque da Praça Municipal para um rodízio de pizzas.

E ao finalizar o encontro do Gestar II em Humaitá, gostaria também de agradecer o apoio e o incentivo da Secretária Municipal de Educação senhora Marli Sandri e sua equipe pedagógica, que acreditam e apostam na educação, bem como as secretarias de Educação dos Municípios de Campo Novo e Sede Nova que também se fizeram presentes nesta caminhada. E como não poderia ser diferente, asssim como contamos com a presença da nossa Seretária (Sr. Marli Sandri) e sua equipe pedagógica na apresentação do programa em Maio de 2009, tivemos a felicidade de contar com essa presença no encerramento do curso, no qual fizeram-se presentes também a Secretária e sua equipe pedagógica do município de Sede Nova.

























DÉCIMA QUINTA OFICINA.














O encontro do dia 21/12/09, no turno da tarde, foi realizado no Instituto Estadual de Educação Maria Cristina – CIEP. Após as boas vindas dividi as meninas em três grupos e desafiei elas a fazerem algumas previsões a partir de um título de uma música, imaginando sobre o que ela poderia tratar. As músicas analisadas foram: Eu vou seguir de Marina Elaile, Segredo do Barão Vermelho – Frejat- e Perfeição da Legião Urbana. Feitas as previsões, assitimos os vídeos de cada música e socializamos os comentários com as músicas.Em seguida, encaminhei apresentação dos projetos de leitura que foram elaborados no curso do Gestar II e aplicados nas escolas no decorrer do segundo semestre. Ficou claro que, embora o tempo para desenvolvê-los tenha sido curto, as cursistas conseguiram bons resultados, especialmente no que se refere ao desenvolvimento do gosto pela leitura dos alunos e pelo envolvimento das demais áreas do conhecimento com vistas a um objetivo comum. Depois fomos até o laboratório de informática da escola para podermos socializar o trabalho de cada cursista. Algumas fizeram o registro em blog e outras no fichário tradicional. Foi um momento muito interessante e significativo para todas nós. E como disse a cursista Luciane “ Esse momento foi muito interessante, pois tivemos a oportunidade de conhecer o trabalho que cada colega desenvolveu a partir das sugestões do Gestar. As orientações foram as mesmas, mas a sua aplicação adequou-se às diferentes realidades que encontramos em nossas escolas.”
Ainda durante à tarde fizemos uma avaliação do Gestar II e aproveitei o momento para filmar um breve comentário de cada cursista, o que foi outra experiência interessante.
E para concluir a oficina da tarde fizemos um breve intervalo e um gostoso lanche, e eu não posso deixar de dizer que os lanches oferecidos durante o curso foram todos maravilhosos e deliciosos.

A TÃO ESPERADA “CHEGADA”.

O ÚLTIMO ENCONTRO, A BANDEIRADA FINAL ... A TÃO ESPERADA “CHEGADA”.


Em maio de 2009, mais especificamente dia 14, iniciamos nossa caminhada com o Gestar II (Programa Gestão da Aprendizagem Escolar) em Humaitá. Nesta caminhada contamos com a parceria dos municípios de Campo Novo e Sede Nova. No dia da apresentação do programa a expectativa era grande, anseio, curiosidade, mais um curso, nossa quantas horas e quanto trabalho, será que vamos conseguir concluir neste curto espaço de tempo? Eram muitas as indagações e os desafios. Topamos os desafios e começamos a corrida contra o tempo, e hoje ao recebermos a “bandeirada final”, podemos nos considerar vitoriosas, pois concluímos às 80 horas presenciais, embora sabemos que temos ainda muito a discutir e realizar, e que material não nos falta. Portanto, decidimos continuar com os encontros do Gestar II em 2010, (agora com mais calma e mais tempo) para continuarmos a planejar e trocar experiências, visto que as mesmas enriquecem muito o nosso trabalho e essas eram as atividades mais esperada nos encontros do Gestar, os Avançando na Prática.
Apesar do pouco tempo, do intenso trabalho o Gestar II só nos trouxe coisas boas e entre elas podemos salientar as novas amizades, a parceria, o trabalho em equipe, a busca por novidades, o comprometimento com o trabalho e a troca de experiências entre as cursistas e entre os municípios parceiros.
E foi assim, em meio ao sentimento de alívio, de tarefa concluída que também nos sentimos apreensivas, meio nostálgicas, pois terminou e agora?... Nossos encontros, conversas, brincadeiras, troca de opiniões... Surgiu uma certa tristeza, uma saudade...
Bem, a semente foi lançada, oGestar II fez a diferença em nossa prática pedagógica em 2009 e fará, com certeza, a diferença em 2010. E como disse a cursista Soní “O Gestar é um Programa de formação Continuada, cuja contribuição extrapola, em muitos aspectos, os limites da sala de aula. O curso possui o diferencial de acrescentar, ao professor cursista, conhecimento teórico, relacionando-o, entretanto, com sua prática pedagógica. Tive, durante o curso, a oportunidade de fazer alguns concursos públicos e, ao ser chamada para a etapa prática, em que precisava ministrar uma aula, tive a sorte de ter como ponto sorteado, o tema Gêneros Textuais. Utilizei o material do curso, tanto para a confecção do Plano estudo, quanto para a aula propriamente dita e o resultado foi muito positivo. Isso prova, não apenas a qualidade do curso, mas a importância de estarmos sempre nos movimentanto em busca de formação e conhecimento, pois ele se renova, a cada dia, parafraseando José Paulo Paes, como a água do rio, que é água sempre nova.”
Assim, em meio ao sentimento de trabalho concluído, realizamos o último encontro do Gestar II no dia 21/12/09 pela parte da tarde e à noite.

CRONOGRAMA DAS OFICINAS

CRONOGRAMA DAS OFICINAS DO GESTAR II - 2009

OFICINAS(5h) ..................DATA ......................................ASSUNTO
OFICINA 01 ..............15/05/09 (manhã)................... APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA

OFICINA 02 .............23/05/09 (manhã)....................ESTUDO DOS TPS E FILME NARRADORES
DE JAVÉ

OFICINA 03 .............10/06/09 (manhã).................... GÊNEROS TEXTUAIS – TP3

OFICINA 04............. 27/06/09 (manhã).................... TIPOS TEXTUAIS – TP3

OFICINA 05.............14/07/09 (tarde).........................LETRAMENTO E CULTURA – TP4

OFICINA 06.............14/07/09 (noite).........................LEITURA,ESCRITA E PRODUÇÃO TEXTUAL -
TP4

OFICINA 07.............03/08/09 (manhã).....................ESTILÍSTICA E COERÊNCIA TEXTUAL – TP5

OFICINA 08............ 03/08/09 (tarde)........................COESÃO E RELAÇÕES LÓGICAS NO TEXTO –
TP5

OFICINA 09............ 10/08/09 (manhã).................... ARGUMENTAÇÃO E LINGUAGEM – TP6

OFICINA 10............ 10/08/09 (tarde)....................... PRODUÇÃO TEXTUAL E LITERATURA – TP6

OFICINA 11.............23/10/09 (tarde).......................VARIAÇÃO LINGUÍSTICA – TP1

OFICINA 12............23/10/09 (noite)....................... TEXTO E INTERTEXTUALIDADE – TP1

OFICINA 13.......... .21/11/09 (manhã)......................GRAMÁTICA E FRASE – TP2

OFICINA 14......... .21/11/09 (tardde)....................... ARTE E LINGUAGEM FIGURADA – TP2

OFICINA 15...........21/12/09 (tarde).........................FILME:"entre os muros da escola"
SOCIALIZAÇÃO DOS PROJETOS DE LEITURA

OFICINA 16...........21/12/09(noite)......................... APRESENTAÇÃO DOS PORTFÓLIOS,
AVALIAÇÃO DO GESTAR E
CONFRATERNIZAÇÃO(JANTA)